sábado, 28 de março de 2015

Negros e árabes escravizaram portugueses por 741 anos. Onde estão minhas reparações?


A grande "dívida" que os brancos tem com os negros por 400 anos de escravidão é provavelmente a maior mentira já contada na história. O preconceito contra os brancos é tão grande que até o Google mudou o resultado da minha pesquisa de “império mouro escravidão” para “império romano escravidão”. Mouro vem do latim Maures que significa Negro, devido a cor da pele deles dos integrantes do Império Mouro.

O Império Mouro foi o grande império muçulmano que conquistou o norte da África, Oriente Médio e Península Ibérica ( onde hoje se localizam Portugal e Espanha), é o mesmo império que alguns muçulmanos querem refazer através do estado islâmico. Com o regime de Califado, onde um homem seria escolhido por Deus para liderar o povo muçulmano na conversão do mundo para o islamismo.

Com o declínio do Império Romano, o Califado conseguiu uma brecha e em menos de uma década conquistou a península Ibérica inteira. Apesar da resistência de algumas regiões que voltaram rapidamente ao domínio Cristão, o Império Mouro permaneceu de 711 até 1452 na península, oque nos leva a 741 anos de ocupação e também de escravidão do povo cristão.

Se considerarmos o tempo que os portugueses escravizaram negros de 1415 a 1975 ( se considerarmos o período colonial da Angola e Moçambique pós escravidão, pois a escravidão foi abolida em 1869), foram 560 anos. É um mal caratismo populista sem fim dessas organizações racistas promotoras de conflitos que nem deveria existir a essa altura do campeonato.

A escravidão sempre existiu e sempre foi com o intuito de gerar mão de obra e não por causa da cor da pele. Brancos já escravizaram brancos, negros já escravizaram negros. Nos primórdios o escravo era propriedade de outra ou em algumas nações os escravos eram os que pagavam impostos e os cidadãos não pagavam.

E com o fim da escravidão o que realmente aconteceu foi que todos nos tornamos escravos através da cobrança de impostos. E para manter seu poder escravocrata o governo vem promover o conflito entre brancos e negros.Mais liberdade, menos dependência, quanto menos pedirmos ao governo menos impostos pagamos e enfraquecemos o governo.

27 comentários:

  1. Exibindo resultados para império romano escravidão - Google

    ResponderExcluir
  2. Nacionalistas europeus se reúnem na Rússia.


    http://nationalvanguard.org/2015/03/european-nationalists-meet-in-st-petersburg/

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado por compartilhar meu artigo, o Liberdade em Foco foi extinto e transferi os artigos para renatofurtado.com

    ResponderExcluir
  7. Antes de qualquer consideração subjacente, sobre a temática ora requestada, devo dizer que sou advogado em historiador. O artigo alega que os mouros eram negros. Pura inverdade. Os mouros eram morenos; tinham os cabelos lisos, traços finos e possuíam sangue europeu. Muito diferente das tribos africanas de hostes subsariana.Pudemos destacar os hauçás da Nigéria, níger de Gana, Chade que habitavam em Camarões, Costa do Marfim Iorubas da Nigéria .Os oromo da Etiópia e Quénia, fulas da Guiné, Zulus da África do Sul, ,etc. O norte da África sempre foi habitada por caucasianos, portanto, exemplificando os egípcios, os marroquinos, estes, nunca foram pretos. São morenos. Registros históricos provam que entre os mouros existiam também alguns loiros, convertidos no islamismo. Argumento pueril. Os mouros eram, sim, brancos com pele morena. Nunca negros.
    Quem quiser prova basta ir em Portugal. Nas igrejas, museus e bibliotecas existem desenhos, quadros dessa raça conhecida como mouro que na realidade pertenciam a outro grupo mediterrânico da raça caucasóide (branca).


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto não alega que os mouros eram negros. Apenas diz que os europeus os assim designavam por serem morenos.

      Excluir
  8. Fernando Nabais, português.

    Este texto está repleto de erros e incorreções, verberado por um teuto cariboca do Brasil. Nem tem conteúdo axiológico, mesmo venial que seja.Foi escrito por imberbe sem pesquisa profusa, destituído de credibilidade. Com todo respeito, trata-se de um artigo apócrifo e leigo. É pobre. Logo para começar, os Mouros não eram negros mas sim Árabes e Berberes, i.e. semelhantes aos Libaneses e não aos negros. Passando aos fatos históricos, está correto que os Mouros invadiram os reinos Cristãos da península Ibérica no ano de 711, mas nessa altura Portugal ainda não existia. Portugal foi fundado em 1143. É também incorreto dizer que conquistaram toda a península, dado que a região montanhosa das Astúrias, no Norte, manteve-se sempre em poder dos cristãos. Os Mouros foram definitivamente expulsos do território que hoje é Portugal em 1249. 1452 é a data em que foram expulsos da Andaluzia espanhola. Antes disso já o império Português tinha iniciado a sua expansão e tomado a importante cidade de Ceuta, no norte de África em 1415. Por fim, durante o período em que a península ibérica esteve dividida, os europeus não foram escravizados. Podiam perfeitamente viver em território controlado pelos Mouros, bastando que se convertessem ao Islamismo ou que pagassem taxas extraordinárias. Duvido que deixem publicar porque todo sectário não aceita a verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, meu caro. Se fosse artigos de negros ou qualquer raça massacrando brancos ou coisa parecida, aposto que você não estaria tão estérico. Interessante essa sua justiça. "Advogado e historiador", faça-me o favor...

      Excluir
    2. Entre um bom historiador e um antropólogo comum, prefiro o segundo!O lusitano "falhou" feio no seu ataque histérico.Comparou estupidamente Mouros com Libaneses,logo estes libaneses, que apresentam codificação genética fortíssima do semítico povo fenício de ramo oriental. Em genética de povos, ou é 8 ou 80. Se os "mulatos" mouros não eram caucasianos(e não eram de fato),restavam-lhe a miscigenação negróite /semítica.Mas o camarada é "historiador", não entende de genética nem de antropologia aguda. Quando ele afirma que os mouros "não eram negros, mas sim árabes", será que ele queria afirmar ser o árabe um caucasiano? Desconhece ele as variantes dos povos semíticos?(por exemplo, fenícios são do ramo oriental, árabes são do ramo ocidental,assírios do ramo setentrional, etíopes, mesmo de cor achocolatada,pertencem ao do ramo meridíonal ,etc).Esse paspalho filho de bigoduda deve ser comunista!

      Excluir
    3. Esse esquerdóide português errou feio mesmo, não entende dos povos que mencionou, cirticou o texto sem argumento algum, só pareceu revoltadinho para assim chamar atenção. Só digo uma coisa, vai estudar realmente pq te faltou conhecimentos básicos.

      Excluir
  9. NÃO AGUENTO MAIS ESTES CHAVÕES! NO BRASIL (SEMPRE)EXISTIU UMA FORTE CAMPANHA EM APAGAR DA MENTE DOS
    BRASILEIROS A CULTURA PORTUGUESA E ESPANHOLA,E PROMOVER SOMENTE A CULTURA AFRO E INDÍGENA.E ESSE PORTU
    GUES FERNANDO NABAIS DEVE SER COMUNISTA MESMO PORQUE VEJA O QUE ELE AFIRMA:" OS EUROPEUS NÃO FORAM
    ESCRAVIZADOS,APENAS TINHAM QUE SE CONVERTER NA MARRA AO ISLÃMISMO E PAGAR ALTAS TAXAS" QUE LIBERDADE
    É ESSA? E MUITOS CRISTÃOS FORAM ESCRAVIZADOS SIM! INCLUSIVE MULHERES COMO ATÉ HOJE O ESTADO TERRORISTA
    FAZ E ISSO ESTÁ NO CORÃO: PODE ESCRAVIZAR OS INFIÉIS! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr(a). "Anônimo(a)". Sou contra não se identificar, mas CONCORDO com o que escreveu... Plenamente!!! Ass: Demósthenes Nunes

      Excluir
    2. Sim, e lembrando que escravas brancas(principalmente loiras) eram as mais valiosas.

      Excluir
    3. Sem contar que não é incomum ver descendentes de italianos e alemães atacando o povo luso e sua contribuição para o Brasil.

      Excluir
  10. Gostaria de dar meus parabéns. Excelente blog. Sobre o assunto, não é segredo que sempre existiu e ainda hoje existe negros escravizando outros negros na África. O homem branco é culpado por isso também?

    ResponderExcluir
  11. Só não entendi uma coisa, esses muçulmanos que escravizaram os portugueses eram negro????

    ResponderExcluir
  12. Não é "provavelmente", foram semitas negros mesmo! Um abraço Celsio!

    ResponderExcluir
  13. A escravidão não é uma dívida do escravizador, mas sim do próprio escravizado que a aceita, em sinal de derrota e submissão. O mais forte vence. Ainda hoje existe, mas na forma econômica e cultural. Pode-se dizer que atualmente nós brasileiros somos escravos econômicos dos USA, do Japão e da Europa. Em muito pouco tempo também serenos escravos dos chineses.

    ResponderExcluir
  14. Quem defendeu todo o território, foram as cruzadas formados por homens agindo como soldados de Cristo! EL CID, foi um dos chefes das cruzadas que libertou os espanhóis do domínio mouro ou seja muçulmano! O lema do islamismo é esse: crê em alá ou morre! Ops.

    ResponderExcluir
  15. Foi em 1492 em que o ultimo reino Mouro na Peninsula Ibérica, Granada, foi reconquistado pelos brancos ibéricos.

    ResponderExcluir
  16. Os Mouros se foram pintados na época de Nergros eram isso mesmo. Era, descendentes de escravos da África Ocidental que foi Islamizada,Não passavam de Muçulmanos de 2ª Como hoje ainda existem até em Marocos.Foram usados para cabos de guerra e simultâneamente respalharem o Alcorão pela ponta da espada. Atenção que os Libaneses. assirios Alouitas e outros são tão brancos como a maioria do povo da peninsula Ibérica. Esse senhor leu a cartilha e quando é assim, não vale a pena conversar com ele pois mesmo abendo como foi perde-se sempre a razão. Nunca discutas com um ignorante pois perdes sempre.Mais os Mouros trixeram para a peninsula escravos eslavos. Além do mais com o passar dos anos os mouros que foram expulsos maioritariamente já eram tão ou mais brancos que os povos cristãos . É ir a Marrocos a Fez e ver os descendentes do ultimo califado na península. É ir a Fez e ver os descendentes do ultimo califado na península. São mais brancos que o povo peninsular. É ir às montanhas em Marrocos e ver aqueles povos caucasianos descendentes de escravos, são brancos, loiros e de olhos claros. Não esquecer que a Madie Macan foi confundida com uma dessas miúdas das montanhas marroquinas. O Norte de África sempre descravou povos europeus até ao final do século XIX. Desses povos temos, o Português, Italiano,Irlandês e até da Islândia eles os foram lá buscar. Não é por acaso que existe uma frase, portuguesa, que diz. "lá vem Mouro. Quem não conhece? Bem mas a escravatura é muito mais antiga que as religiões, e tanto o branco escravizava o negro como o negro o branco ou o pardo. Os primeiros colonizadores dos USA, eram brancos Irlandeses escravizados pelos Ingleses. Até os portugueses vescravisaram brancos portugueses no Brasil.

    ResponderExcluir
  17. Não esquecer que, não raro, os próprios negros vendiam seus familiares à economia escravocrata portuguesa. Brancos na antiguidade grega e romana também serviram à manutenção dos impérios. Portanto não existe nenhum coitadinho em toda a história das civilizações. Existe sim uma estratégia dos esquerdopatas e comunistas de "você é um coitadinho" para chegar ou manter-se no poder. Estratégia que não tem nada de história ou antropologia e sim de psicologia de dominação das massas.

    ResponderExcluir
  18. Os seres humanos são compostos das mesmas matérias tendo alguns bons e muitos ruins, os negros, pardos, mulatos, morenos, brancos, amarelos ou qualquer outra raça, sendo que entre todos existe uma grande maioria com """""pensamentos ruins = como escravizar o seu próximo""""" ( capeta na mente ), pois sempre estarão abrindo a boca contra todos e demostrando que tem no seu intimo a feroz vontade de ficarem no auge do poder com os seus e comentários perversos.

    ResponderExcluir
  19. “Os europeus não inventaram a escravidão”. “Negros já escravizavam antes da colonização”. “Negros escravizaram brancos por mais de 700 anos”. Talvez estas frases estejam entre as maiores falácias produzidas e reproduzidas no Brasil dos últimos anos.
    https://voyager1.net/historia/negros-brancos-e-a-batalha-de-isso/

    ResponderExcluir

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...