Pular para o conteúdo principal

Tröglitz – A mídia mentirosa e seus fantasmas "neonazistas"


No início de abril de 2015, uma manchete percorria a maioria das mídias nacional e internacional: o incêndio criminoso de um abrigo para refugiados (econômicos) em Tröglitz, na Alemanha, teria sido provocado por “neonazistas”, justificando assim por parte dos governos “democráticos” intensificar os esforços contra os supostos “crimes de ódio” e o “terror neonazista”.



Mais uma mentira sugestão equivocada da mídia

É assim que age o inimigo comum sobre o tema Nacional-Socialismo: quando não mente descaradamente, como no caso da advogada brasileira na Suíça, sugere através de seus veículos de comunicação sua agenda e dogmas políticos com o intuito de manter na escuridão da ignorância a maioria das pessoas. Aqueles que serenamente observam as evidências, são razoáveis e lógicos, não participam da histeria coletiva dos editores marxistas da mídia, estes chegam a conclusões bastante distintas sobre os acontecimentos mundiais.


Provavelmente o proprietário ateou fogo no próprio imóvel

Inicialmente uma coisa era certa: foi um incêndio criminoso, pois foram encontrados galões com gasolina nas imediações do prédio. E embora também desde o início não era mistério algum que o proprietário do imóvel já tivera sido beneficiado anteriormente (em 2006 e 2008) com o prêmio do seguro em dois outros incêndios em prédios próprios, isso não impediu que a histeria predominasse para determinar a direção a ser investigada: neonazismo, racismo, crimes de ódio. O costumeiro repertório do politicamente correto.

Portanto, ao invés da mídia ficar incitando o ódio contra as forças nacionalistas alemãs, que justamente denunciam a política criminosa para refugiados do governo de Angela Merkel, esta mídia mentirosa protegia o verdadeiro criminoso. Espumando como um cão raivoso, ela exigia proibição dos partidos da “direita”. Centenas de caóticos esquerdistas grunhiam para intimidar os moradores locais.

A mídia botou fogo no circo! Ao proteger o provável incendiário e golpista do seguro. Da mesma forma como ela protege os verdadeiros assassinos e terroristas no caso NSU. Para cozinhar sua sopa “anti-direita”, qualquer meio é válido; qualquer golpe; qualquer assassinato e também incêndio; do atentado no Oktoberfest de Munique, passando sobre Möll e Solingen, até Tröglitz.

E apesar deste novo fato mudar todo o curso das investigações, o que permanece na mídia?


Fonte: Inacreditavel

Comentários

  1. O programa Fantástico da Rede Globo http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2016/02/grupos-neonazistas-e-admiradores-de-adolf-hitler-espalham-odio-pelo-brasil.html apresentou hoje uma matéria, recheada de elementos visivelmente agressivos, intitulada de O RESSURGIMENTO DO NEONAZISMO NO BRASIL. Fosse uma matéria deveras séria, apresentaria o NAZISMO EM SUA ESSÊNCIA no Brasil : http://osentinela-blog.blogspot.com.br/2015/01/o-partido-nacional-socialista-no-brasil.html e na Alemanha http://osentinela-blog.blogspot.com.br/2014/11/a-cosmovisao-de-um-nacional-socialista.html

    A realidade e os fatos comprovam que TODOS os movimentos, TRAVESTIDOS de Neonazismo: – com perfil violento embasado em ódio e disseminação de hostilidades, segundo os principais meios editoriais e a indústria cinematográfica nos querem fazer crer’, NÃO SÃO NAZISTAS, assim como os padres maçônicos pedófilos infiltrados na Igreja para desmoralizá-la, PORÉM, tipicamente bolchevistas/comunistas/capitalistas …. sendo exacerbadamente coerentes com a citação do judeu Henry Kissinger: “ IT IS NOT A MATTER OF WHAT IS TRUE THAT COUNTS, BUT A MATTER OF WHAT IS PERCEIVED TO BE TRUE” , ou com ‘’Chutzpah: o “jeitinho” talmúdico no cotidiano’’, assim como com o capítulo VII dos Protocolos dos Sábios de Sião. Tal expediente é tipicamente maçônico “…AFIRMA-SE UMA COISA E OPERA-SE, CONSCIENTEMENTE EM SENTIDO CONTRÁRIO…. “ vide o lema da Revolução Francesa.

    Segundo Gustavo Barro em “Brasil Colônia de Banqueiros” – “Em sua MARCHA AVASSALADORA, a ORGANIZAÇÃO CAPITALISTA do mundo procura, antes de tudo, PENETRAR NO ORGANISMO DAS NAÇÕES, A FIM DE ANIQUILÁ-LO. Começa, portanto, pela ESCRAVIZAÇÃO DOS GOVERNOS. Essa escravização se opera através dos “FAVORES”, dos empréstimos, pois o primeiro passo para tornar um governo escravo é torná-lo devedor. Quando essa potestade internacional pretende REDUZIR UM POVO ÀS CONDIÇÕES DE ESCRAVO, o que ela faz naturalmente não é mandar exércitos: MANDA BANQUEIROS.”

    „Wenn eine Regierung hinsichtlich des Geldes von den Banken abhängt, dann kontrollieren diese und nicht die Führer der Regierung die Situation, da die Hand, die gibt, immer über der Hand steht, die nimmt. Geld hat kein Mutterland; Finanziers verfügen weder über Patriotismus noch Anstand; ihr einziges Ziel ist der Gewinn.“ (Napoleon Bonaparte) Quando um governo se torna dependente do capital de bancos, então são eles e não os governantes que controlam a situação, visto que a mão que dá está sempre acima da mão que toma. O capital não possui nação; banqueiros não tem nem patriotismo nem escrúpulos. Sua única meta é o ganho.

    A única coisa do capitalismo que é, de FATO, socializada e vivenciada também pelos brasileiros é a dívida. https://www.youtube.com/watch?v=1hhRRhP79Kk

    O ‘modus operandi’ comunista/bolchevista historicamente comprovado como “TERROR IMPIEDOSO”, mantém-se até hoje segundo a concepção de Lenin: “A DITADURA DO PROLETARIADO É A LEI DA VIOLÊNCIA DESENFREADA.” “VENCEMOS A REVOLUÇÃO ATRAVÉS DO TERROR. AGORA, PARA MANTER AS CONQUISTAS REVOLUCIONÁRIAS DEVEMOS PERPETUAR O TERROR!” qual país até hoje mantém o mesmo método?

    Os Vermelhos torturam um oficial inimigo, durante a guerra contra a Polônia, em 1920; o homem foi dependurado nu, de cabeça para baixo, espancado, cortado, empalado e torturado até a morte. Imagem: FIGES, Orlando. A Tragédia de um Povo, A Revolução Russa – 1891 – 1924. Record, 1999.

    ResponderExcluir
  2. Se o COMUNISMO NÃO POSSUI CURRÍCULO HUMANITÁRIO, A CRONOLOGIA HISTÓRICA DEMONSTRA QUE O CAPITALISMO NASCEU DA ACUMULAÇÃO DE CAPITAL ORIUNDA DA PIRATARIA, PILHAGEM, EXTERMNÍNIO, ESCRAVIDÃO, TRÁFICO DE DROGAS E MULHERES PARA A PROSTITUIÇÃO capitaneados pela Inglaterra, Bélgica, Espanha, Portugal enquanto a Alemanha produzia música, literatura e filosofia. O genocídio Paraguaio pelo Brasil e Argentina foi promovido e financiado pelo Reino Unido, assim como http://www.infoescola.com/historia/guerra-dos-boeres/ mesmo ‘modus operandi’ da Bélgica no Congo: http://pcb.org.br/fdr/index.php?option=com_content&view=article&id=394:o-rei-leopoldo-ii-da-belgica-e-o-holocausto-negro-no-congo&catid=2:artigos da Espanha no México https://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_do_Templo_Maior e no cone sul https://pt.wikipedia.org/wiki/Bartolom%C3%A9_de_las_Casas#/media/File:De_Bry_1c.JPG

    A vileza do Tratado de Versalhes corroborada nos Holocaustos de Dresden, Hamburgo, Horoshima e Nagasaki, denota o caráter dos PROMOTORES DAS DUAS GUERRAS em que mobilizaram COVARDEMENTE o mundo contra a Alemanha, para em seguida transformar as milhões de vítimas de suas próprias bombas incendiárias em MITO DO HOLOCAUSTO JUDAICO, blindando-o ainda com leis que proíbem a investigação científica dos fatos, para que as indenizações se mantenham ad infinitum.

    Na esmagadora vitória na batalha de Sedan (1 de setembro de 1870), vencida pela Prússia, hoje, Alemanha o próprio imperador francês foi feito prisioneiro em vez de ser torturado ou assassinado. . No dia 2 de setembro de 1870, concluiu-se a batalha de Sedan, onde a cavalaria francesa resistiu fortemente, a ponto do rei Guilherme I da Prússia admirar a bravura com que estes lutaram. Porém, Napoleão III viu que era inútil sacrificar tantos soldados seus, mandou hastear a bandeira branca e entregou sua espada, fazendo-se prisioneiro do rei prussiano. Dois dias depois, a república seria proclamada em Paris, SEM retaliações, SEM tortura, SEM extermínios

    Urge discernir, identificar, decorar como tabuada, ler inclusive de olhos fechados a MANEIRA DE AGIR CRISTÃ da maneira de agir anti-cristã: a primeira norteia-se pela humanização e integração de culturas, pelo amor ao próximo e gratidão a Deus … a segunda, é desumana, atéia, guia-se pelo ódio e seus derivados: a violência, o terrorismo, o disfarce e a simulação. https://pt.wikipedia.org/wiki/Religi%C3%A3o_na_Alemanha_Nazista#/media/File:PropagandaNaziStabsBible.gif

    O Nacional Socialismo Alemão, demonizado pelos Aliados como Nazismo, https://pt.wikipedia.org/wiki/Religi%C3%A3o_na_Alemanha_Nazista ERA e É: ESSENCIALMENTE CRISTÃO, o cristianismo NÃO se norteia pelo ódio, vandalismo, terrorismo: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c3/PropagandaNaziStabsBible.gif THIS IS THE ENEMY (“este é o inimigo”, o nazismo apunhalando a Bíblia). Propaganda estadunidense da II Guerra Mundial, associando o nazismo ao anticristianismo.

    O ANTICOMUNISMO CRISTÃO:

    O ANTICOMUNISMO foi provavelmente MAIS FUNDAMENTAL para a ideologia Nazista que o ANTI-SEMITISMO. Ocorre, como comprovam a estatística e a cronologia histórica, que mais de 95% dos comunistas e fundadores de sua ideologia, são judeus, razão pela qual grande maioria dos presos em campos de concentração era semita. A lógica, a coerência dos que ainda logram discernir, comprovam que se fosse para EXTERMINÁ-LOS – Hitler não construiria complexos COMPROVADAMENTE e não mitologicamente tão VULTOSOS, voltados às oficinas de trabalho e lazer; faria como COMPROVADAMENTE E NÃO MITOLOGICAMENTE o fizeram os genocidas Churchill, Roosevelt, Eisenhower e Stalin nos massacres de Katin, Dresden, Hamburg, Hiroshima, Nagasaki, e https://pt.wikipedia.org/wiki/Wilhelm_Gustloff_(navio)

    ResponderExcluir
  3. Muitos alemães estavam com medo do comunismo e viam HITLER COMO A SALVAÇÃO CRISTÃ. A AMEAÇA COMUNISTA http://desatracado.blogspot.com.br/2013/09/ucrania-1932-1933-holodomor.html + http://desatracado.blogspot.com.br/2014/06/purim-nos-gulags.html pareceu muito real porque os comunistas tinham tomado a Rússia no final da I Guerra Mundial e rapidamente assumiram o controle da Baviera. O partido nazista também era INTENSAMENTE ANTICOMUNISTA, no sentido de que o socialismo tradicional era comprovadamente ateu e judaico, vide os ícones da revolução russa.

    ANTIMODERNISMO CRISTÃO:
    URGE QUESTIONAR, AQUILATAR SE O MODERNISMO MELHOROU AS RELAÇÕES DE TRABALHO, FAMILIARES, O MEIO AMBIENTE A SOBREVIVÊNCIA DA ESPÉCIE? SE NÃO O FEZ NÃO PODE SER CARACTERIZADO MODERNO E SIM DECADENTE. Eis aqui novamente o expediente típico das forças ocultas: “…AFIRMA-SE UMA COISA E OPERA-SE, CONSCIENTEMENTE EM SENTIDO CONTRÁRIO…. “ http://osentinela-blog.blogspot.com.br/2015/12/a-falsa-dicotomia-esquerda-e-direita.html

    Alega-se que a CENSURA do Nazismo à concupiscência da MODERNIDADE EM VEZ DE ELEVAR A CONSCIÊNCIA DA CONDIÇÃO HUMANA A FORTALECER SE COMO ESPÉCIE COMPROVOU-SE DECADENTE COMO SPENGLER VATICINARA JÁ NO INÍCIO DO SÉCULO XX. favoreceu POPULARIDADE SUA POPULARIDADE COM OS CRISTÃOS

    A Alemanha, pós a I Guerra Mundial, ERA CONSIDERADA UMA REPÚBLICA ATÉIA, secular, materialista QUE TRAIU todos os valores tradicionais e crenças religiosas da Alemanha. OS CRISTÃOS VIAM O TECIDO SOCIAL da sua comunidade se desfazendo e OS NAZISTAS PROMETERAM RESTAURAR A ORDEM ATACANDO O ATEÍSMO, A HOMOSSEXUALIDADE, O ABORTO, O LIBERALISMO, APROSTITUIÇÃO, A PORNOGRAFIA, A OBSCENIDADE, E ASSIM POR DIANTE, RAZÃO PELA QUAL OS INTELECTUAIS PROPAGADORES DESTE ‘MODERNISMO http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2015/07/a-teoria-do-colapso-cultural-os-7.html , Herbert Marcuse, Theodor Adorno, Max Horkheimer, Erich Fromm, Walter Benjamin, Leo Lowenthal, Wilhelm Reich, Georg Lukacs, e muitos outros….. BUSCARAM REFÚGIO NOS EUA, UM PAÍS COM ‘PHD’ EM ANTICULTURA E PERVERSÕES SOCIAIS. http://desatracado.blogspot.com.br/2014/09/o-que-os-eua-exportam.html ALI comprovadamente, ENCONTRARAM ABRIGO E, POR MEIO DAS UNIVERSIDADES, DISCEMINARAM O MODERNISMO – BASE PARA OS MOVIMENTOS DE 1968, O MOVIMENTO HIPPIE, A PROMISCUIDADE SEXUAL, A DISSEMINAÇÃO DAS DROGAS E TUDO QUE DELES ATÉ HOJE SE SUCEDEU.

    É amplamente reconhecido que os protestantes foram mais atraídos pelo nazismo que os católicos. Isto não era verdadeiro em toda a Alemanha, mas não podemos ignorar o fato de que os protestantes, não católicos, produziram um movimento (Cristãos Alemães) dedicado à mistura de IDEOLOGIA NAZISTA e a DOUTRINA CRISTÃ. Mulheres protestantes eram especialmente atraídas pelo nazismo devido ao seu conservadorismo cultural e a promoção dos papéis sociais femininos tradicionais.

    Logo no início, MUITOS LÍDERES CATÓLICOS criticaram o nazismo; DEPOIS de 1933, a CRÍTICA TRANSFORMOU-SE EM APOIO e ELOGIO. Semelhanças entre nazismo e católicos eram o ANTICOMUNISMO, ANTIATEISMO, e ANTISECULARISMO.

    A avaliação tradicional de cumplicidade cristã no Holocausto e outros crimes nazistas é OUTRA BALELA SISTEMATICAMENTE DISSEMINADA pela maçonaria e seus asseclas: A GRANDE MÍDIA, INDUSTRIA CINEMATROGRÁFICA, almejando seu projeto inicial: A DESTRUIÇÃO DO CRISTIANISMO. Alegam com isso que as igrejas cristãs estavam dispostas a tolerar a violência generalizada contra judeus, olvidam, todavia, que o alegado extermínio de judeus foi cientificamente provado SER UMA FALÁCIA, SEJA PELO ACORDO DE HAAVARA QUE GARANTIA A REMOÇÃO DOS JUDEUS https://pt.wikipedia.org/wiki/Acordo_Haavara SEJA : http://inacreditavel.com.br/wp/holocausto-judeu-o-que-aconteceu-realmente/ + http://inacreditavel.com.br/wp/?s=holocausto + para encobrir o verdadeiro HOLOCAUSTO promovido pelos alienados, digo ALIADOS E SEUS INFINDÁVEIS GENOCÍDIOS Vietnã, Iraque, Libia, Siria…..

    ResponderExcluir
  4. Separadamente, dois teóricos Marxistas – Antonio Gramsci (Itália) e Georg Lukacs (Hungria) – concluíram que o Ocidente Cristianizado era o obstáculo que impedia a chegada da nova ordem mundial comunista.

    Devido a isto, eles concluíram que, antes da revolução ter sucesso, o Ocidente teria que ser conquistado. Gramsci alegou que, uma vez que o Cristianismo já dominava o Ocidente há mais de 2000 anos, não só esta ideologia estava fundida com a civilização Ocidental, como ela havia corrompido a classe operária.

    Devido a isso, afirmou Gramsci, o Ocidente teria que ser previamente descristianizado através duma “longa marcha através da cultura”.

    Adicionalmente, uma nova classe proletária teria que ser criada. No seu livro “Cadernos do Cárcere,” Gramsci sugeriu que o novo proletariado fosse composto por CRIMINOSOS, mulheres, e minorias raciais. Segundo Gramsci, a nova frente de batalha deveria ser a cultura, começando pela família tradicional e absorvendo por completo as igrejas, as escolas, A MÍDIA, o entretenimento, as organizações civis, A LITERATURA, a ciência e a história. Todas estas instituições teriam que ser transformadas radicalmente e a ordem social e cultural teria que ser gradualmente subvertida de modo a colocar o novo proletariado no topo.

    Hitler era visto como alguém restaurador dos valores tradicionais e da moralidade, comprovadamente de sobrevivência e elevação da espécie, para a Alemanha e para o mundo. Os valores CRISTÃOS defendidos por Hitler e endossados pelos alemães foram e são cada vez mais combatidos por ANTICRISTÃOS solidários à promiscuidade e inversão sexual, escolarização compulsória de bebês de 3 anos para assim, cada vez mais promover-se o distanciamento familiar e, por conseguinte submeter o indivíduo o mais cedo possível às ideologias hostis, direitos sem deveres, descomprometimento familiar, social e ambiental escravizado aos vícios consumistas de produtos e pessoas.

    Os judeus estavam confinados por razões políticas: eram todos comunistas, pregando a revolução nos moldes de Lênin

    Os cristãos apoiaram ativamente a agenda nazista, PORQUE O AUTENTICO NAZISMO PRESERVA A FAMÍLIA, VALORIZA O TRABALHO, O PATRIOTISMO, A PROPRIEDADE PRIVADA, O RESPEITO À LEI AO PROFESSOR A DEUS. BASTA COMPARAR A DIGNIDADE DOS TRABALHADORES DURANTE O REGIME NAZISTA E AGORA SOB A TUTELA DOS VERDUGOS DO MUNDO, SEGUIDORES FERVOROSOS DOS PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO. http://osentinela-blog.blogspot.com.br/2015/03/o-surgimento-dos-protocolos-sionistas.html
    Enquanto Publius Cornelius Tacitus apontava em 53 A.C “Kein Mensch der Welt übertrifft die Germanen an Treue.” — Nenhum povo é mais honesto que o povo alemão, já em 1934, W. Jabotinski assegurava: “Unsere jüdischen Interessen erfordern die endgültige Vernichtung Deutschlands!” Nossos interesses judaicos exigem uma definitiva aniquilação da Alemanha. A ele se uniram Churchill em 10 de maio de 1940, logo após assumir o poder —“Dieser Krieg ist ein englischer Krieg, und sein Ziel ist die Vernichtung Deutschlands.” „ESTA GUERRA É UMA GUERRA INGLESA E SUA META É A ANIQUILAÇÃO DA ALEMANHA” e a bem lembrada promessa de Franklin Delano Roosevelt em 1932: “Ich werde Deutschland zermalmen” EU TRITURAREI A ALEMANHA.
    A verdade não é circunstancial razão pela qual ainda está acessível http://vho.org/aaargh/fran/livres9/BORREGOdermund.pdf http://www.vho.org/aaargh/port/port.html + https://quenosocultan.wordpress.com/ + https://www.youtube.com/watch?v=dSiYszLlYxU + http://desatracado.blogspot.com.br/2014/12/feliz-natal-para-todos-com-muitos-livros.html

    ResponderExcluir
  5. Wenn man auf die rauchigen dreißigen und qualmigen vierziger Jahren zurückschaut, dann ist das Abstoßende daran nicht der Rauch, sondern der Plan. Dieser geht dahin Freiheit und Recht und die Wurzel aus denen beides entspringt: das Christentum in alle Länder zu zerstören.
    AO SE REVER AS FUMEGANGANTES DÉCADAS DE TRINTA E QUARENTA, ENTÃO O QUE É MAIS REPULSIVO NÃO É A FUMAÇA, MAS O PLANO. ESTE ENSEJA DESTRUIR O CRISTIANISMO EM TODO O PLANETA, VISTO QUE, É A RAÍZ ONDE SE ORIGINA A LIBERDADE E JUSTIÇA."
    Corroboram, lamentavelmente, a narrativa dos PROTOCOLOS: http://www.jubelkron.de/index-Dateien/pzw.html = http://lelivros.xyz/book/download-os-protocolos-dos-sabios-de-siao-gustavo-barroso-em-epub-mobi-e-pdf/


    Begreifen Sie jetzt langsam, warum Heidegger schwieg ? Heidegger schwieg, dann nur, weil er nichts weiter zu sagen wußte. Was er wußte, war, daß der Nationalsozialismus die letzte Chance des Menschen, der letzte Versuch des Wiederauflebens einer traditionsreichen Gesellschaft entsprechend den Gesetzen der Natur war. VOCES COMPRENDEM AGORA POR QUE HEIDIGGER SE CALOU? HEIDIGGER NÃO DISSE NADA PORQUE ELE NÃO SABIA O QUE DIZER. O QUE ELE SABIA É QUE O NACIONAL SOCIALISMO, denegrido pela imprensa aliada como NAZISMO http://inacreditavel.com.br/wp/nazista-e-palavrao/ ERA A ÚLTIMA CHANCE DOS HOMENS, A ÚLTIMA TENTATIVA DE SE REAVIVAR AS RICAS TRADIÇÕES DE UMA SOCIEDADE CONDIZENTES COM AS LEIS DA NATUREZA."

    https://lh4.googleusercontent.com/-Nvk5U5Y0Fls/U1VXNfW0p8I/AAAAAAACq70/0B0ZBcEH-qIpoj4EDqkiDUyuogKHs-6_wCL0B/w459-h563-no/4dcd33a2-936f-4a30-a42b-92179cc97e04.jpg

    ResponderExcluir
  6. Laut babylonischer Talmud: "Die Zukunft hat eine lange Vergangenheit" siehe

    https://deutschelobbyinfo.com/2015/12/11/hoellensturm-die-vernichtung-deutschlands-1944-1947/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Since the late 70s: a "Holocaust Industry" has emerged. https://books.google.co.uk/books?id=VrqK5VdO2i0C&printsec=frontcover&dq=holocaust+industry&hl=en&sa=X&ei=zuKaUPjUO8ep0QXVuYGYDQ#v=onepage&q=holocaust%20industry&f=false The subject is ever-present in the media in a way that was never the case in the thirty years that followed the war.
      o belief in "the Holocaust" is imposed on Western society by a combination of: force of law: in most of Europe people are jailed for years or heavily penalised financially for "denying the Holocaust".
      https://en.wikipedia.org/wiki/Laws_against_Holocaust_denial Most of these laws do not date from the post-war period but were introduced in the last twenty or thirty years, in Hungary as recently as 2011 intellectual and academic taboo: academics who raise questions are persecuted and excluded (Joel Hayward http://www.whatreallyhappened.info/Hayward_Thesis.pdf for example), with the result that only those who are prepared to toe the party line dare address "the Holocaust" media censorship: critical perspectives are totally absent from the mainstream media, which simply regurgitate everything they are fed by the Holocaust Industry and actively promote it (see above) a campaign of memorialisation that has turned "the Holocaust" into a into a dogmatic religious belief that may not be questioned, on pain of being branded a heretic and an outcast emotional "education" programmes which ignore objectivity, context, evidence and historical methodology in general and are little more than brainwashing; they are often taught in Religious Studies rather than in History
      branding any attempt at objective assessment as "Holocaust denial" and implying that all "deniers" are antisemitic, racist, neo-Nazi thugs http://vho.org/tr/2002/1/tr09adl.html

      This is the only event in the history of the world that is surrounded by such an electric fence of taboo and criminalisation, forbidding any objective historical investigation. We want to open up the memory holes so that allrelevant evidence can be seen and evaluated, and to establish a fair and balanced assessment of what really happened.

      Churchill wrote a 6-volume History of the Second World War. He did not mention gas chambers or extermination.

      Neither did Eisenhower nor De Gaulle in their memoirs.

      Was the extermination of 6 million people really so unimportant?

      How can such an extraordinary three-fold omission be explained http://www.whatreallyhappened.info/arguments.html What do those who dispute extermination say happened?

      http://www.whatreallyhappened.info/index.html Do you want to look at all the evidence and form your own opinion? http://portugues.bucurialuisatan.com/wp-content/uploads/Rabino-Manis-Friedman.png

      Excluir
  7. https://germanenherz.files.wordpress.com/2017/01/in-das-hirn-scheissen.gif Quem não lê fica refém da TV

    ResponderExcluir

  8. Fast die ganze Welt verflucht und bekämpft heute noch Adolf Hitler und das 3. Reich, aber ALLE feiern heute den 1. Mai. WER hat denn diesen 1. Mai zum Feiertag (Tag der Arbeit) gemacht? Es war Adolf Hitler im 3. Reich, aber davon darf heute nicht mehr berichtet werden und auch dieser Fakt und diese Wahrheit wurden in Ketten gelegt, oder ins Gegenteil ausgelegt.
    QUASE TODO O MUNDO AMALDIÇOA E COMBATE HITLER E O TERCEIRO REICH, CONTUDO, PORÉM, ENTRETANTO, TODDAVIA... TODOS CELEBRAM HOJE PRIMEIRO DE MAIO. ENFIM, QUEM ESTABELECEU FERIADO PARA O DIA PRIMEIRO DE MAIO COMO O DIA DO TRABALHO? FOI ADOLF HITLER, MAS ISSO NINGUÉM PODE NOTICIAR MAIS E ESTE FATO E VERDADE FORAM ENCADEADOS OU TIVERAM SEUS SIGNIFICADOS INVERTIDOS

    Fonte https://lupocattivoblog.com/2017/05/01/hinter-dem-isis-schwindel-steckt-der-yinon-plan-die-verwirklichung-von-gross-israel/ Lichtwesen said 01/05/2017 um 13:31

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oque nossos leitores mais leem

2 milhões de alemãs - O Maior estupro em massa da História

Na foto, mulheres que suicidaram-se em uma praça, para não vivenciarem os estupros.
Aos 80 anos, Gabriele Köpp tem problemas com sono, por vezes, simplesmente não consegue comer. Aos 15 anos, ela foi repetidamente violada por soldados soviéticos, sendo virgem e não tendo nenhum conhecimento prévio sobre o sexo.
A revista "Spiegel" escreve que não existem os dados exatos sobre a quantidade de mulheres alemãs violadas pelo exército soviético, o número que aparece em várias publicações aponta para dois milhões de mulheres (2.000.000). Segundo a investigação do Dr. Philipp Kuwert, especialista de traumas e chefe do Departamento de Psiquiatria e Psicoterapia do Hospital universitário de Greifswald, a idade média das vítimas de violações soviéticas era de 17 anos e cada mulher foi violada em média 12 vezes. Quase metade das vítimas possui síndromes pós – traumáticos, incluindo os pesadelos, tendências de suicídio, anestesia emocional. Cerca de 81% destas mulheres adquiriram o efeito…

Por que os países árabes ricos não recebem os refugiados muçulmanos?

Porque eles não querem que eles residam permanentes...
Os trabalhadores estrangeiros são muito produtivos para o trabalho, melhorando a economia do país e vão para casa quando seus contratos estão chegando ao fim.
Os residentes estrangeiros, no entanto, tendem a trazer sua própria bagagem cultural e política com eles. Esses países já estão lutando para lidar com a modernização e reformas políticas/sociais, de modo que eles não precisam da "porcaria de ninguém" empilhada sobre si.
os "Idiotas do leste" estão muito felizes em ajudar...mesmo os trabalhadores estrangeiros podendo ser um fardo, como foi mostrado durante a Guerra do Golfo em 1991.
Trabalhadores palestinos e iemenitas foram expulsos de vários desses estados, porque seus governos saíram em apoio ao Iraque, ao contrário da política de seus governos, que era de acolhimento.
Com os trabalhadores estrangeiros, você pode simplesmente cancelar seus vistos e enviá-los para casa. Se você tem pessoas aceitas como imigra…

A família de Hitler e seus descendentes hoje

Adolf Hitler e Eva Braun, sua futura esposa, com quem se casaria, segundo relato, pouco antes da capitulação frente aos aliados

Um assunto bastante curioso e interessante, porém, pouco e até mesmo delicado de se tratar é a questão da família de Hitler e seus descendentes no contexto do pós guerra. Evitado tanto pelo lado daqueles que lutaram contra a Alemanha Nacional-Socialista, quem sabe pelo fato de terem em cheque uma acusação de perseguição infundada e por isso mantenham interesses em ocultar certos segredos, quanto por aqueles que são e foram seus simpatizantes, talvez por falta de informação ou censura. 
Muitas foram e ainda são as especulações a cerca da origem do Chanceler alemão e sua descendência. Umas dizem que Hitler teria sangue judeu correndo e suas veias, vindas de seu avô (ou bisavô), ou que seria um membro família Rotschild (banqueiros judeus) ou mesmo que Hitler teria tido filhos e escondido tal fato da mídia, mas que porém, com a queda da Alemanha, os Aliados teriam …

Negros e árabes escravizaram portugueses por 741 anos. Onde estão minhas reparações?

A grande "dívida" que os brancos tem com os negros por 400 anos de escravidão é provavelmente a maior mentira já contada na história. O preconceito contra os brancos é tão grande que até o Google mudou o resultado da minha pesquisa de “império mouro escravidão” para “império romano escravidão”. Mouro vem do latim Maures que significa Negro, devido a cor da pele deles dos integrantes do Império Mouro.
O Império Mouro foi o grande império muçulmano que conquistou o norte da África, Oriente Médio e Península Ibérica ( onde hoje se localizam Portugal e Espanha), é o mesmo império que alguns muçulmanos querem refazer através do estado islâmico. Com o regime de Califado, onde um homem seria escolhido por Deus para liderar o povo muçulmano na conversão do mundo para o islamismo.
Com o declínio do Império Romano, o Califado conseguiu uma brecha e em menos de uma década conquistou a península Ibérica inteira. Apesar da resistência de algumas regiões que voltaram rapidamente ao domínio …

Os judeus a Revolução Comunista russa e o assassinato do Czar

Acima, Tatiana e Olga; Sentados: Maria, Alexandra, Nicolau e Anastácia. E no chão, Alexei
Por Mark Weber
Na noite de 16-17 de julho de 1918, uma esquadra da polícia secreta Bolchevique assassinou o último imperador da Rússia, o Czar Nicolau II, junto com sua esposa, a Czarina Alexandra, seu filho mais velho de 14 anos, o Czaverch Alexis, e suas quatro filhas. Eles foram abatidos numa salva de balas num pequeno espaço de um cômodo da casa em Ekaterinoburgo, uma cidade na região dos Montes Urais, onde eles estavam mantidos como prisioneiros. A complementação da execução das filhas foi feita com baionetas. Para prevenir o culto ao Czar morto, os corpos foram descartados para o campo aberto e apressadamente enterrados em um túmulo secreto.
Avaliando o sinistro legado do comunismo soviético
As autoridades Bolcheviques inicialmente relataram que o imperador Romanov tinha sido baleado após a descoberta de um plano para liberar ele. Por algum tempo as mortes da Imperatriz e das crianças foram…

Gudrun Burwitz, a filha de Himmler, ativismo e família

Gudrun Burwitz, hoje com 86 anos. Na foto, aos desperdice dos netos no subúrbio do Munique, onde mora até hoje
Ao acenar adeus a seus netos, Gudrun Burwitz apresenta a figura de uma mulher pronta para viver o resto de seus dias em paz e sossego. Porém, a filha de Heinrich Himmler ainda trabalha em um ritmo forte em seu ativismo a favor dos perseguidos pelo sistema por serem ou trabalharem para o nacional-socialismo.
A Sra. Burwitz sempre alimentou a memória de seu pai, o homem que dirigia a Gestapo, e a SS como um homem bom e digno.
E apesar de sua idade avançada, formada advogada, ela continua a ajudar antigos integrantes do nacional-socialismo a escapar da perseguição judicial a qual foram impostos pelos inimigos da Alemanha. 
Como a figura de liderança do grupo Stille Hilfe – Ajuda Silenciosa – ela provê todo tipo de ajuda, inclusive financeira, aos ex-integrantes nazi e colaboradores. Grupo formado em 1951 por um grupo de oficiais de alta patente das SS, na Alemanha, o grupo existe pa…

O calvário das viúvas da ocupação

Após a liberação dos territórios ocupados pelos alemães dos países europeus, milhares de mulheres que tinham relacionamentos com soldados alemães foram expostas a execuções humilhantes e brutais nas mãos de seus próprios concidadãos. Era a "Épuration Légale" ("purga legal"), a onda de julgamentos oficiais que se seguiu à liberação da França e da queda do Regime de Vichy. Estes julgamentos foram realizados em grande parte entre 1944 e 1949, com ações legais que perduraram por décadas depois.
Ao contrário dos Julgamentos de Nuremberg, a "Épuration Légale" foi conduzida como um assunto interno francês. Aproximadamente 300.000 casos foram investigados, alcançando os mais altos níveis do governo colaboracionista de Vichy. Mais da metade foram encerrados sem acusação. De 1944 a 1951, os tribunais oficiais na França condenaram 6.763 pessoas à morte por traição e outros crimes. Apenas 791 execuções foram efetivamente realizadas. No entanto, 49.723 pessoas foram …

A Grande Farsa do Holocausto Judaico (PARTE I) - "Fotos Falsificadas"

Todos os anos desde o fim da Segunda Guerra Mundial nos deparamos com centenas de livros, documentários, seriados de TV e tantos outros materiais relacionados ao genocídio ou ao assassinato de 6 milhões de judeus em câmaras de gás nos campos de concentração, cometidos pelos Nacional-Socialistas durante a Segunda Guerra Mundial, mais precisamente do ano de 1942 à 1945. Não seria lógico entender a invenção do Holocausto como uma maneira de esconder os crimes cometidos pelos próprios aliados em Hiroshima, Nagasaki, Dresden e tantos outros? Como podemos explicar a atual posição de alguns historiadores e até mesmo do ex-presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, em negar tal acontecimento? Como muitos sabem, e também muitos não sabem, na Europa a negação do Holocausto vêm sendo criminalizada com leis específicas, impedindo pesquisadores e pessoas sérias de saberem o que de fato aconteceu nos campos de concentração alemães durante o período de 1942 até 1945. 
No entanto, este grave crime cont…

A verdade sobre Olga Benário e Prestes

Olga Gutmann Ben-Ario (1908 - 1942)
Por: Luiz Gonçalves Alonso Ferreira (1)

Na alvorada de março de 1934, vindo de Buenos Aires portando passaporte americano, desembarcara no Rio de Janeiro um sujeito de nome Harry Berger. Preso pela polícia carioca no natal de 1935, logo revelou-se a identidade secreta do viajante. Chamava- se, o misterioso elemento, Arthur Ernst Ewert, judeu alemão, fichado em seu país de origem, no qual era ex- deputado, como espião. Constava também processo por "alta traição".
Berger era o agente do Komintern, especialista em golpes subversivos, enviado para o Brasil com a missão de dirigir intelectualmente o plano traçado em Moscou, que objetivava a instauração de uma ditadura de tipo stalinista no País, por meio de levante armado. Sob ordens de Berger, lá estava Luiz Carlos Prestes, homem escolhido para encabeçar um "governo popular nacional revolucionário", segundo relatório do próprio Berger para o Komintern.
Prestes angariou simpatia no meio c…

“Nossas mães, nossos pais” - Um filme sobre a verdade da guerra

O filme “Nossas mães, nossos pais” (do alemão: "Unsere Mütter, unsere Väter"), exibido pelo canal de televisão alemão ZDF, conta a história de cinco jovens para os quais a Segunda Guerra Mundial se torna um desafio moral e ético, deixando clara a impressão de que a Alemanha está cansada de arrependimentos. O filme basicamente apresenta os soldados soviéticos como estupradores, os poloneses como antissemitas desumanizados e os ucranianos como sádicos. O contexto do drama vivido na invasão da Europa na sua verdadeira face.
A diplomacia russa considerou inaceitável o filme e enviou uma carta ao embaixador da Alemanha dizendo que a “maioria absoluta dos russos que teve a oportunidade de assistir ao filme” o achou inaceitável. Também foi criticado a exposição que fez o filme as atrocidades cometidas pelas tropas da URSS aos excessos isolados perpetrados por militares soviéticos na Alemanha, os quais foram severamente punidos pelo comando militar soviético, mas tão só depois de um …